A La Pimpollina Pizzas foi fundada em setembro de 1995. Pimpollina é o apelido da filha mais velha de Airton Cândido (sócio fundador), num total de 4 filhos, naquela época com apenas 3 aninhos.

Airton trabalhava em uma editora na área de informática e o dinheiro de sua rescisão, serviu apenas para abrir a Pimpollina, a partir de então, passou a viver de pizzas.

Enfrentou todas as crises que houveram no país e continua acreditando no seu trabalho, onde já formou diversos pizzaiolos que abriram suas respectivas pizzarias.

Em 2016 quase encerra os negócios, pois não estava conseguindo pagar as contas, quando resolveu enfim, mais uma vez, arregaçar as mangas e botar literalmente as mãos na massa, e com isso, livrando algumas despesas de mão de obra.

Quando parecia que ia dar uma guinada novamente, veio o seu senhorio e resolveu aumentar o aluguel em mais 50% do valor que pagava, foi outro baque, com um caminhão de dívidas para pagar, salários atrasados, aluguéis atrasados, impostos, parecia o fim. Respirou fundo e em março de 2018, e conseguiu um local bem localizado e um pouco mais barato, porém com as despesas da mudança e sem nenhuma reserva a coisa complicava. Foi então que resolveu reinventar o negócio, sair do tradicional e abrir um local onde seus clientes pudessem consumir no local.

Improvisou no que pode e aproveitou praticamente tudo que tinha no antigo endereço para reformar o novo lugar e começar a operar, além do delivery, com mesas no local. Quando estava no meio do projeto de mudança, um grande amigo (Augusto Barbosa), ligou e disse: “vamos abrir uma pizzaria em Monte Verde”. O Airton disse: “claro que sim, assim que eu conseguir fazer a mudança a gente poderá abrir no ano que vem”. Foi quando seu amigo retrucou: “não Airton, é agora, já aluguei o local”.

Montou as duas pizzarias praticamente ao mesmo tempo em um prazo recorde. Mudou de endereço em 18 de junho de 2018, em 18 de julho inaugurou a pizzaria de Monte Verde e em 18 de setembro começou a operar a pizza bar em São Paulo.

Para ajudar, o Airton, sua esposa Wangela Freitas especializou-se em bebidas e desenvolveu o cardápio de drinks.

Ele por sua vez, voltou a estudar e aprender novas técnicas, fez cursos, mudou processos, e começou praticamente do zero. Aprendeu a fazer pães com fermentação natural, mas sempre focando nas pizzas e a melhoria da qualidade foi percebida por seus clientes antigos e novos.

Em agosto de 2019, um amigo (Carlos Zoppetic), ligou e falou para ele se inscrever no campeonato na etapa Brasil do Campeonato Mundial de Pizzas que aconteceria na Fipan (feira de panificação), era um domingo, o último dia para inscrição. O Airton, não queria, foi quando o Carlos insistiu e disse que a sua pizza era maravilhosa e que ele tinha que se apresentar no Campeonato.

Airton fez a inscrição pensando que se ganhasse o campeonato, teria a oportunidade de ganhar as passagens para encontrar com seu filho, o Júlio, na Itália.

Júlio é estudante de engenharia elétrica pela USP, faz duplo diploma na Alemanha na cidade de Aachen, são pai e filho, muito ligados um ao outro e se conversam por horas durante a semana toda.

Ligando para o Júlio, Airton disse que participaria do campeonato só para ganhar e ter a chance de visitá-lo na Itália e se pudesse encontrá-lo em Parma, seria um plano perfeito.

Júlio disse que ele deveria participar por si mesmo, mas Airton disse que por ele mesmo a maior motivação seria ir visitá-lo.

Assim Airton se inscreveu em duas categorias: Pizza Clássica e pizza in “Téglia” (pizza assada em formas de ferro fundido), essa segunda ele nunca tinha feito.

Na segunda feira, já tratou de preparar uma massa diferente e preparou a pizza in Teglia, sem antes estudar um pouco e ver como era feita, que peso tinha, qual tipo de farinha poderia utilizar. Fez massa para duas pizzas e guardou para testar.

Na quarta preparou as massas para a pizza clássica, fazendo um blend de farinhas para dar sabor e crocância. E cadê o tempo para testar as massas? Logo, chegou o dia da sua apresentação. Primeiro a pizza “in teglia” passou a noite praticamente em claro tentando compor ingredientes que combinassem, quando acabou dormindo e sonhou com os ingredientes da pizza “in teglia”, Vice Campeã.

A pizza campeã, ele já vinha pesquisando há algum tempo e como utilizaria uma nova iguaria que seria importada da Itália, e que já tinha uma grande vontade de montar, que seria uma pizza Siciliana, branca, ou bianca em italiano, (sem molho) com friarielli (um tipo de verdura parecida com brócolis), que só é encontrado na Europa, muçarela, provolone, linguiça fresca artesanal e finalizando com deliciosos tomatinhos amarelos, confitados com ervas.

Airton jogou com o regulamento embaixo do braço, sabia o tamanho de cada pizza, o peso de cada massa e que poderia harmonizar as pizzas com vinho. Escolheu um vinho argentino de Mendonza, o qual foi servido pela Wangela (esposa) que o assistia na arena.

Quando veio a chamada para a premiação, não imaginava que tivesse conseguido uma classificação tão boa na pizza in teglia, foi o segundo colocado, ficando há apenas 2 pontos do primeiro colocado, 1054 para 1052 pontos. Ficou muito feliz, embora não tivesse conseguido a passagem, já teria já conquistado um prêmio fantástico, pois foi a primeira pizza in Teglia que tinha feito até o momento. Estava feliz demais, quando veio a chamada do primeiro colocado na categoria mais disputada, a pizza clássica. Já haviam chamado o terceiro e o segundo colocado e ele não imaginava que pudessem chamar o seu nome para o primeiro lugar.

A emoção dele foi indescritível!!! Pois sabia que teria a possibilidade de ver seu filho que já está na Alemanha, pois não o via há mais de 1 ano.

Não perdeu tempo e resolveu botar a pizza campeã no cardápio. Ao questionar o seu sócio (Augusto), sobre o nome da pizza, este perguntou: Tio (como carinhosamente se chamam), qual foi a sua maior motivação para participar do campeonato?

Foi quando o Airton respondeu, foi para ver o Júlio.

Então, vamos chamar de “Pizza do Júlio”.

P.S.: todos já comeram a pizza do Júlio, os amigos, os clientes, os parentes, menos ele, que terá a oportunidade de experimentar entre os dias 21 e 23 de abril de 2020 em Parma (It).

P.S.: Devido a Pandemia do Corona Vírus, o Campeonato Mundial de Pizza foi adiado para os dias 12, 13 e 14 de outubro de 2020.



CONFIRA NOSSOS SABORES!

Mobirise

UNIDADES

Morumbi

Morumbi (São Paulo/SP)
Rua José da Silva Ribeiro, 461
Morumbi – São Paulo/SP

DELIVERY:
(11) 3744-1212 | (11) 98150-5050
De domingo a quinta das 18h as 23:15, sextas e sábados das 18h às 24h
sujeito a alterações de acordo com os decretos municipais em função da COVID-19

Vila Mariana

Vila Mariana (São Paulo/SP)
Rua Joaquim Távora, 1085

Vila Mariana – São Paulo/SP

DELIVERY:
(11) 5081-2355
De terça a domingo das 18h as 23:15, sextas e sábados das 18h às 24h.
Fechado as segundas
sujeito a alterações de acordo com os decretos municipais em função da COVID-19

Monte Verde

Monte Verde (Monte Verde/MG)
Avenida das Montanhas, 43
Monte Verde/MG

DELIVERY:
(35) 3438-2210 | (35) 99700-2210
De quarta a segunda das 12h as 24h - fechado as terças
sujeito a alterações de acordo com os decretos municipais em função da COVID-19

Desenvolvido por Locador.com.br